quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Registro do canhão holandês no Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro.


Pessoal, esse vídeo foi filmado durante minha visita ao Rio de Janeiro para a catalogação dos artefatos do navio holandês "Utrecht" (1648) depositados no acervo do Serviço de Documentação Geral da Marinha, Ilha Fiscal.

No último dia, após ter conseguido registrar os quase 200 artefatos lá depositados, fui ao Museu Histórico Nacional para registrar o acervo de armamentos no Pátio dos Canhões.

Aguardem os próximos vídeos!



terça-feira, 8 de novembro de 2011

Navio da Esquadra de Kublai Kahn (1281) encontrado no sul do Japão.

Trata-se do material remanescente da invasão do imperador mongol Kublai Kahn no Japão no século XIII. O legal é que foram encontradas extensivas partes do casco (cerca 12m de quilha e outras partes do madeirame!). Não se conhece muito atualmente sobre a construção naval de suas esquadras. Certamente este é um grande achado.
Para ler um pouco mais sobre as visões de mundo desse período, ver O Livro das Maravilhas, escrito por Marco Polo também no século XIII. Para uma visão poética, ver Cidades Invisíveis, do Ítalo Calvino.
O vídeo é narrado em japonês, mas mostra um pouco do madeirame remanescente do casco da embaracação. Abs!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Seminário Proteção do Patrimônio Cultural Subaquático no Brasil

          Dia 16 de novembro, a Marinha do Brasil estará promovendo um Seminário sobre "Contribuições para a Proteção do Patrimônio Cultural Subaquático no Brasil". No cartaz abaixo, bem como no email: dphdm40@dphdm.mar.mil.br podem ser encontradas mais informações.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

         Pessoal, esse foi um vídeo que fiz em cima da apresentação feita dia 29/SET/11 no BrownBag 2011 Series aqui do Programa de pós-graduação em Arqueologia Náutica da Universidade do Texas A&M/EUA.

         A cada duas semanas alunos apresentam o resultado dos seus trabalhos para os professores e demais colegas do programa, o que serve para divulgar internamente as pesquisas em andamento e também como treino para apresentações em congressos, etc. Todo começo de semestre após o verão as apresentações são direcionadas para a divulgação das escavações e projetos nos quais participamos, sob o título "o que fiz no verão".

        Meu verão começou dia 15 de maio, com duas semanas de mergulhos em naufrágio e cavernas da Florida (The Cave World!!). Perfeito para deixar a flutuabilidade em dia e o equipamento em ordem. Antes fizemos um treinamento no Experimetal Diving Unit and Training Facility da US Navy, sem dúvida a maior estrutura de mergulho, câmaras hiperbáricas, equipamentos e pesquisa que já vi. Oportunidade rara! 

         De lá, Samila e eu fomos para as Bermudas/UK, basicamente um topo de vulcão no meio do Atlântico Norte, onde fui trabalhar por 4 semanas na escavação do Galeão Inglês Warwick, naufragado em 1619, enquanto a Samila fazia um estágio no Museu Marítimo das Bermudas!

       De lá seguimos para o Brasil, mais precisamente para Praia do Cassino, Rio Grande, onde fui dar continuidade à minha pesquisa com os Sítios Litorâneos de Naufrágio, realizar o monitoramento dos sítios e instalar marcos topográficos para um experimento de processo de formação de sítio.

         Aí então cruzei o Brasil até Sergipe, Aracaju, para me encontrar com o Prof. Gilson Rambelli e o pessoal do Laboratório de Arqueologia de Ambientes Aquáticos da UFS. A idéia era realizar uma reunião de trabalho do projeto que estou iniciando, visando a reavaliação dos sítios de naufrágio do Brasil colonial (séc. XVI, XVII, XVIII), anteriormente excavados por caçadores de tesouros ou salvados, cujos cascos ainda não foram devidamente estudados. Esse ainda promete muitos mergulhos!

         Aproveitei para dar um mini-curso introdutório à Arqueologia náutica e estudo de embarcações. Uma oportunidade para dialogar com os alunos da pós-graduação em Arqueologia da UFS e trabalhar na montagem de uma equipe para o projeto. De lá seguimos para um dia de mergulhos no naufrágio do Galeão Nossa Senhora do Rosário e Santo André (1737). Muito bom, dia fantástico, mas cheio de surpresas.. mas isso fica para próxima.

         Enfim, Brasília, onde descansei, me alimentei, matei a saudade da família e amigos e me aclimatei para o calor e a secura do Texas!! Agora é hora de divulgar. 

      Queria agredecer ao Piotr e Katie Bojakowski do Projeto Warwick, o pessoal do Laboratório de mergulho científico de Texas A&M Galveston, ao Gilson, Felipe, Luciana e ao Jens pela força no dia de mergulhos em Salvador. Ao André Lima, pelo apoio em Salvador e pelas imagens. Agradecer também ao pessoal do Lepan/FURG, ao Professor Lauro Calliari e ao amigo Arthur Antônio do Laboratório de Morfodinâmica Costeira/FURG, ao Klismann T. Branco, braço direito nesse projeto com os Sítios Litorâneos de Naufrágio do RS, e a Samila, parceira de muitos verões.

Grande abraço e aumente o som!!!



sábado, 27 de novembro de 2010

Ao viajante...

Essa é para os amigos pensarem, repensarem e apreciarem a Viagem:

'Castelo de Grayskull', Canyon das Bonecas, RS, Brasil.
(Foto: Rodrigo Torres e Samila Ferreira).

"A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam.

E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa.

Quando o viajante se sentou na areia da praia e disse: 'Não há mais o que ver', sabia que não era assim. 
O fim duma viagem é apenas o começo doutra.

É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão,

ver de dia o que se viu de noite, com sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto
maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava.

É preciso voltar aos passos que foram dados, para os repetir, e para traçar caminhos novos ao lado deles.

É preciso recomeçar a viagem. Sempre. 

O viajante volta já."


José Saramago, em "Viagem a Portugal".

domingo, 21 de novembro de 2010

Trimix e navios romanos em Ventone, Itália.

Em 2009, um grupo de exploradores prospectando com Sonar de Varredura Lateral ao largo da pequena ilha de Ventone, sul da Itália, encontrou 5 naufrágios Romanos em profundidades entre 100 e 110m. Com o uso de ROV e SCUBA com Trimix e Rebreather, a equipe retornou em 2010 para recuperar alguns artefatos. É mais exploração que Arqueologia... mas vale pelas imagens. São 5 capítulos. Aqui vai o primeiro, para acessar os outros é só clicar no leia mais...

CAPÍTULO 1:


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Época dourada da Arqueologia náutica (1960-61).

      Pessoal, postei aqui um vídeo, dividido em três partes, filmado em 1960-61, durante a "época dourada" da Arqueologia náutica no Mediterrâneo. Nestes vídeos dá pra ver um pouco da origem desse campo de pesquisa, os primeiros passos da aplicação do SCUBA na arqueologia e como se fundaram as bases do Nautical Archaeology Program aqui do Texas A&M.
      O produtor e narrador dos vídeos é Claude Duthuit (bisneto do Henri Matisse!). O vídeo foi filmado durante as escavações dos naufrágios em Yassi Ada (IV e VII séc. aC.), Turquia (36°45'11.00"N /  27°45'44.00"L). Vale a pena assistir. Boa viagem!


video 
(fonte: http://inadiscover.com/projects/all/southern_europe_mediterranean_aegean/cape_gelidonya_turkey/video/)

2ª Parte.

video

3ª Parte.

video

domingo, 3 de outubro de 2010

Vídeo oficial da UNESCO sobre a Convenção para Proteção do Cultural Subaquático (2001).

      Finalmente consegui converter esse vídeo... O vídeo foi produzido para divulgar a Convenção para Proteção do Cultural Subaquático da UNESCO (Paris, 2001). A legenda, no entanto, é por minha conta...

  video

domingo, 29 de agosto de 2010

Museu Marítimo de San Diego, CA.

Barca à vela "Star of India". Museu Marítimo de San Diego, CA. (Foto: Rodrigo Torres).

          Durante minha estada em San Diego, uma das atrações principais foi o San Diego Maritime Museum. O interessante é que não se trata de um museu tradicional, com peças e embarcações expostas dentro de um edifício. O museu tá na água!

sábado, 10 de julho de 2010

Relatórios sobre experimentos de conservação de materiais arqueológicos submersos

(FOTO: Maritime Archaeology, a technical handbook. GREEN, 1990)

Navegando pelo site dos laboratórios de conservação do Nautical Archaeology Program (NAP) da Universidade do Texas A&M (TAMU), encontrei interessantes relatórios dos experimentos com modernas técnicas de tratamento e consolidação de materiais arqueológicos, com particular ênfase nos materiais provenientes de escavações subaquáticas. Estão disponíveis 24 relatórios no site do Archaeological Preservation Research Laboratory (APRL), sob direção do Dr. Wayne Smith.

Nas instalações do NAP tem dois laboratórios de conservação, sendo o APRL especialisado no desenvolvimento de novos métodos para conservação de materiais orgânicos, utilizando polímeros de silicone. O outro laboratório: Conservation Research Laboratory (CRL), sob direção do Dr. Donny Hamilton. O CRL é um dos mais antigos laboratórios de conservação do mundo, dedicado à conservação de materiais arqueológicos provenientes de sítios de naufrágio e outros sítios submersos. Interessante que boa parte dessa experiência tá disponível on line, inclusive o que pode ser chamado de "super manual de conservação", que pode ser baixado diretamente do site!

sábado, 5 de junho de 2010

Projeto Sítio Arqueológico Escola (2006 - 2007) - Arqueologia Náutica

O Projeto "Sítio Arqueológico Escola: Arqueologia Náutica" consistiu na realização de dois cursos de extensão envolvendo estudos teóricos e práticos dentro da linha de pesquisa da arqueologia náutica. O projeto foi realizado no âmbito das atividades de extensão da Universidade Federal do Rio Grande/FURG como resultado de uma parceria entre o Museu Náutico e o Laboratório de Ensino e Pesquisa em Arqueologia e Antropologia/LEPAN.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Página da UNESCO sobre Arqueologia subaquática.

Quem tiver interesse poderá encontrar muitas informações úteis no site da UNESCO sobre o Patrimônio Cultural da Humanidade: UNESCO - Arqueologia Subaquática.
Nesse site é possível baixar o texto na íntegra da Convenção da UNESCO para a proteção do Patrimônio Cultural Subaquático Mundial (2001), inclusive as Regras relativas às intervenções sobre o patrimônio cultural subaquático, entre outros materiais de apoio.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Vagas para mestrado e especialização em Arqueologia Marítima na Austrália

Pessoal, estão abertas vagas para os interessados no Programa de especialização e/ou mestrado em Arqueologia Marítima na University of Western Australia, Freemantle, AUS para 2011-2012.

domingo, 30 de maio de 2010

Bem vindos ao Blog da Arqueologia náutica!

Bem vindos ao Blog da Arqueologia náutica!